terça-feira, 4 de julho de 2017

Cacimbas-PB – Vereador Recebe Salário de Professor no Sertão sem Trabalhar

Vereador Cícero Bernardo

Embora a crise financeira continue a atingir diversos municípios da Paraíba, principalmente os pequenos, onde a única fonte de receita são os repasses federais, a exemplo do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, políticos continuam fazendo farra com o dinheiro público, dando mau exemplo e surrupiando os cofres públicos, ao ponto receber salários sem prestar serviços a população.

No município de Cacimbas, localizado a 300 km da capital João Pessoa, o Vereador Cícero Bernardo Cezar (PSDB) de acordo com os dados publicados pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba - TCE/PB, o parlamentar mirim recebeu no período de janeiro a maio de 2017, mais de R$ 10.000,00 (dez mil reais) dos cofres municipais.

No ano de 2017, o Tribunal de Contas do Estado Paraíba-TCE/PB, divulgou no Portal da Corte de Contas paraibana, na rede mundial de computadores, com amplo acesso a sociedade, as informações sobre a folha de pagamento de pessoal, (Foto abaixo) publicando os salários brutos de todos funcionários públicos, enviados mensalmente pelo  Governo do Estado, pelas  Prefeituras e Câmaras de Vereadores. 


Segundo um vereador colega do parlamentar, na Câmara Municipal de Cacimbas, que pediu reserva do nome, desde o ano de 2013, que o vereador Cícero Bernardo Cezar, não exerce a função de professor, e que não sabe explicar porque o nome do edil cacimbense aparece na lista de funcionários da Prefeitura Municipal de Cacimbas, recebendo valores tão altos de salários, sem prestar serviço a população, enquanto outros funcionários recebem apenas o salário mínimo de R$ 937,00 reais para trabalhar o mês inteiro.

Cicin, como é popularmente conhecido, é do quadro efetivo de professores da Prefeitura de Cacimbas, está no terceiro mandato de vereador no município de Cacimbas/PB, é filiado ao PSDB, e foi o quarto vereador mais votado nas eleições de 2016, obtendo 258 votos. Através da Câmara Municipal de Cacimbas, o edil recebe pagamentos mensais no valor de R$ 3.200,00 reais. Já na folha da Prefeitura de Cacimbas divulgada pelo Tribunal de Contas, consta que o mesmo recebe mensalmente R$ 2.034,44 reais.

Todo servidor público que receber salários e não comprovar a prestação de serviços referente ao seu cargo nos órgãos públicos em que é lotado, poderá responder pelo crime de peculato, sofrer perda de função pública, e suspensão dos direitos políticos, dentre outros crimes previstos na Lei de Improbidade Administrativa.

Nossa reportagem procurou contato com o vereador, mas o mesmo não foi localizado e nem retornou as ligações até o fechamento dessa matéria, para que apresentasse a sua versão a respeito desse caso.






Nenhum comentário: